Autores
Celso Vieira. "Quando eu tinha 10 anos, insisti com meus pais pra fazer judô. Na primeira semana, todo empolgado, comprei quimono, faixa branca e aprendi a contar até dez em japonês! Ao final do primeiro mês, já estava entediado, achava tudo chato e mais repetitivo do que o sistema decimal... Aí, desisti. Desde então, repito esse comportamento em tudo o que faço, ou melhor, em tudo o que começo a fazer... Foi assim com a guitarra, que abandonei quando cansei de ficar indo infinitamente do dó ao dó. Também foi assim nas faculdades de Artes Plásticas (UEMG), onde nunca alcancei o ultravioleta, e de Letras (UFMG), onde fiz grego e nunca encontrei o zero. Entre essas duas, acabei me graduando em Comunicação Social (UNI-BH). Tudo, porém, voltou ao normal com o meu primeiro livro, Bráulio – O Livro em Branco, que acabou em interrogação. Não sei se meu mestrado em filosofia (UFMG) também vai ficar indeterminado. O que sei é que esta biografia, por enquanto (e espero que seja assim por um bom tempo!), termina em aberto... "
 

Cristina Ávila é historiadora da arte e da cultura. Nasceu em Belo Horizonte (MG) e fez vários cursos, entre eles o mestrado em Artes na Universidade de São Paulo (USP) e doutorado em Literatura Comparada na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Além de escrever para adultos e crianças, é uma estudiosa interessada por objetos e coisas antigas, que remetem à memória mineira da terra de seus avós e bisavós. Publicou, com a RHJ, O mistério de Ouro Preto.

 

Cristina Taquelim nasceu em Lagos, uma cidade à beira-mar no Sul de Portugal, e criou-se no Alentejo, onde encontrou a sua raiz: “Amo as palavras, as pessoas e acredito firmemente que nascemos para aprender, semear e sermos felizes”. Licenciada em psicologia educacional, bibliotecária numa das mais prestigiadas bibliotecas portuguesas e narradora, a autora gosta de se definir como mediadora de leitura: “A natureza do meu trabalho é construir pontes entre a memória, os afetos e a palavra escrita ou contada”. Desenvolve atividade enquanto formadora na área da promoção de leitura e narração, em Portugal, Espanha e nos países de língua portuguesa.

Publicou Malaquias com a RHJ.

 

Cyro de Mattos é baiano de Itabuna. Poeta, cronista, contista e autor de livros infantojuvenis. Já publicou 40 livros, para adultos e para crianças. Tem livros também editados em Portugal (2), na Itália (2) e na Alemanha (1).

No Brasil e no exterior, conquistou prêmios importantes. Como autor de livros para crianças e jovens, é publicado pela Saraiva, pela Atual, pela Biruta, pela Lge e pela Dimensão.

Para crianças e jovens, publicou O menino camelô, Oratório de Natal, Histórias do mundo que se foi, O goleiro Leleta e outras fascinantes histórias de futebol, O menino e o trio elétrico, O circo do cacareco, O menino e o boi do menino e Natal das crianças negras. Lorotas, caretas e piruetas, seu primeiro livro publicado pela RHJ, recebeu em 2012 o Prêmio Alice Maria da Silva, da União Brasileira de Escritores, RJ.

 

Daniel Chutorianscy. "O universo mágico do mundo infantil, cheio de porquês, para quês, como, aonde... cheio de soluções e dúvidas é a terra firme para enraizar esse encantamento, que é o mundo infinito da literatura. Uma terra boa para sonhos, ética, solidariedade e muita liberdade, onde a felicidade e a justiça devem ser iguais para todos." É esse encantamento com a literatura que o autor descreve em sua mini-biografia. Ele diz que isso vem desde muito cedo, com letras, palavras, figuras, cores. E tornou-se eterno, desde as bulas de remédio (ele é médico), aos livrinhos e aos livrões. “Não consigo parar de experimentar do gosto de quero mais. E a receita é, então, muito chá de letrinhas, que é agradável e faz muito bem.” Em Niterói (RJ), Daniel transformou sua medicina – tão formal – em uma espécie de historia infantil, como as quais um grande livro mágico de infinitas receitas, onde deliciosos sabores são a saúde e a magia, as quais cada criança tem o prazer de compartilhar no enorme encantamento da terra boa da literatura infantil. Publicou O Dragão Pifão com a RHJ.

 


Página 5 de 25